© 2019 Amoena Portugal

Rodapé_Facebook.png
Rodape amoena.png
Estratégias para Ultrapassar o Cancro da Mama Quando se
Sente Afundar

Não é errado desacelerar. Reconheça os seus sentimentos quando enfrenta stress extra, para poder seguir em frente.

Alice McCall é autora, conselheira e terapeuta de energia transformacional. Neste texto ela oferece a sua sabedoria e algumas estratégias que ajudam a ultrapassar o cancro da mama.

Ultimamente, tenho conversado com tantas pessoas que estão sobrecarregadas com o ritmo da vida e com a quantidade de atividades de cada dia. Por mais que trabalhem incansavelmente, a verdade é que há ainda muitas coisas que ficam por fazer. Quando isto acontece a pessoa sente-se sobrecarregada por pensar que nunca conseguirá fazer tudo.

Quer se esteja a tentar ultrapassar um cancro da mama ou não, as estratégias normais não funcionam quando a pessoa se sente assim sobrecarregada.

A sensação de afundar deixa um sentimento de incapacidade: Abrande o

ritmo

A acumulação de tarefas por fazer deixa a sensação de não ser capaz. Quanto mais trabalho temos, mais difícil se torna assumi-lo... e cada vez nos sentimos pior pela incapacidade de fazer o que temos à frente. E o ciclo continua até se passarem 3 ou 6 meses sem se tocar no que há para se fazer.

Eu sei tudo acerca disto pois já estive nessa situação. Por isso, quero partilhar alguns conselhos úteis que me ajudaram e que espero que vos vão ajudar. Quando a sensação de paralisia cerebral começa a invadir o seu espaço:

 

1. Abrande o ritmo. De tudo! Pare com todas as atividades que for possível parar. Será que tem mesmo de fazer as coisas

   todas que acha que tem? Retornar todas as chamadas que recebe? Dar seguimento a todas as ações? Pode cancelar ou

   adiar uma obrigação para criar espaço para respirar? Eu descobri que esta é uma das melhores estratégias para

   ultrapassar as exigências do cancro da mama e da vida.

 

Faça de conta que aconteceu uma emergência (e aconteceu mesmo!). Se fosse o caso, não seria capaz de se disponibilizar? Isto é a sua emergência pessoal, trate-a da mesma maneira.  Então faça o mínimo que conseguir sem esforço e faça uma intenção, a Deus ou ao Universo para abrandarem todas as atividades externas para si. É incrível, mas funciona. Quando as coisas começarem a abrandar, terá espaço para alterar o que está a acontecer e lidar com a sua área problemática.

Explore o porquê - uma estratégia para ultrapassar o cancro da mama (e

outros stresses da vida)

2. Honre os seus sentimentos. É provável que esteja a sentir-se despedaçada e  com muita dificuldade para funcionar no 

    plano físico. Aceite como se sente, fique consigo mesma. Aceite os seus sentimentos, honre-os e passe tempo a observá-

    los. Alguns sentimentos de stress são exclusivos do cancro da mama pois são uma consequência direta do tratamento. 

    Por isso estratégias específicas para superá-los incluem ir a uma reunião do grupo de apoio; manter algum tipo de

    atividade física moderada; pedir ajuda quando precisar (para tarefas domésticas ou recados) e permitir que a família e os

    amigos a apoiem. Se ainda se sente inquieta ou em stress, continue a ler. 

3. Pergunte-se porque se sente dessa maneira. Assim que conseguir aceitar os seus sentimentos, é o momento de os

    explorar. As limitações são grandes professores. Se chegamos ao ponto de ficarmos tão paralisadas, tão limitadas,

    provavelmente há algo sobre nós, sobre os nossos pensamentos ou crenças que precisamos de abordar. Se existe algo

    que está a causar-nos estrago, é provável que o tenhamos ignorado no nível consciente, mas que continue presente nível

    subconsciente. Portanto, é necessário identificar para, no nível consciente, poder possuí-lo, clarear e limpar.

Arranje espaço para um novo começo

4. Crie uma nova imagem de si própria, dentro de si. Se luta para ser diferente, para ter uma vida diferente tem de começar

    por si mesma. Mude a sua mente. Esta pode ser uma estratégia para ultrapassar o cancro da mama: Visualize-se de

    perfeita saúde. Crie uma nova imagem de si própria na sua mente. Liberte-se de crenças e padrões que já não bons para

    si. Mantenha o seu foco no a sua mente. Assuma a sua liderança dentro de si própria. Seja calma, paciente e firme. Tenha

    a certeza do seu sucesso.

5. Aprecie o presente. Seja alegre. Faça uma pausa. Faço coisas para se mimar. Quer tenha ou não consciência, se chegou

    a este ponto, é porque já trabalhou muito. Então, é tempo de fazer uma pausa e de se divertir. De todas as estratégias     

    para ultrapassar alguma situação, seja o cancro da mama ou outra qualquer, esta é uma das mais libertadoras.

    Experimente a alegria de viver o momento presente em vez dos muitos  “tenho de fazer”.

6. Faça uma análise metódica ao trabalho que deixou para trás. Agora que se permitiu um momento de alegria, é a altura de

    abordar o trabalho que o assustou no plano físico. Com uma energia renovada, defina a intenção de enfrentar o que quer

    que a esteja a sobrecarregar facilmente, sem esforço, com alegria e com rapidez.

Lembre-se: se em algum momento voltar a sentir que está a perder o controle e a afundar-se de novo - PARE e intencionalmente abrande tudo de novo. Pode parecer assustador fazer isso, por causa da preocupação de cumprir prazos ou expectativas. Mas sugiro com veemência que tente abrandar. Porque quando o fizer vai perceber que tudo se está a resolver. Pense no amor por si própria como o fundamento para tudo. Quando sentir falta de amor e apoio, mergulhe em si própria - Ame-se e mime-se. Esta é a minha melhor estratégia.

Saida mais sobre as estratégias da Alice no site www.healingpath.info